Kenosis

General Information Informações Gerais

Theodor H Gaster has pointed out two basic movements in rituals. The first he refers to as rituals of Kenosis, or emptying; the other, as rituals of Plerosis, or filling. Rituals of Kenosis portray the evacuating of the meaning of time as it approaches the end of a cycle. The wearing down of time at this moment produces noxious and defiling effects, and thus the appropriate response is an ascetic form of behavior accompanied with austerities. Theodor H Gaster referiu ter dois movimentos básicos em rituais. A primeira refere-se a ele como rituais de Kenosis, ou esvaziamento, sendo que o outro, como rituais de Plerosis, ou enchimento. Rituais de Kenosis retratam a evacuação do significado do tempo que abordagens ao fim de um ciclo. O baixo uso do tempo, neste momento produz efeitos nocivos e contaminando, e assim a resposta adequada é uma forma de comportamento ascético acompanhado com austerities. In the rituals of Plerosis, the filling of time or the beginning again of the new time, dramas of excess and overabundance of power are portrayed in the rituals. Specific dramatic roles in these rituals imitate the power of deities in bringing about the renewal of the time of the cosmos. Plerosis nos rituais de, no enchimento de tempo ou voltar ao início do novo período, de dramas e overabundance excesso de poder são retratadas nos rituais. Específico papéis dramáticos nestes rituais imitar o poder dos orixás para se chegar à renovação do tempo do cosmos.

BELIEVE Religious Information Source web-siteACREDITO
Religioso
Informações
Fonte
web-site
Our List of 1,000 Religious Subjects Nossa lista de 1000 Assuntos Religiosos
E-mailE-mail

Kenosis, Kenotic Theology Kenosis, Kenotic Teologia

Advanced Information Informações Avançadas

"Kenosis" is a Greek term taken from Php. "Kenosis" é um termo grego retirados Php. 2:7, where Christ is spoken of as having "emptied himself" (RSV) and taken human form. There has been much discussion about this entire crucial passage (2:6 - 11), and several interpretations exist today. 2:7, onde se fala de Cristo como tendo "esvaziou-se" (RSV) e tomar forma humana. Tem havido muita discussão sobre toda esta passagem crucial (2:6 - 11), e hoje existem interpretações diversas. Kenotic theology is a theology that focuses on the person of Christ in terms of some form of self - limitation by the preexistent Son in his becoming man. Kenotic teologia é uma teologia que incide sobre a pessoa de Cristo, em termos de alguma forma de auto - limitação pela preexistente Filho, em seu tornar-se homem. Kenotic theology at the theoretical level is a way of conceiving of the incarnation that is relatively new in the history of reflection on the person of Christ. Kenotic teologia no plano teórico é uma maneira de conceber a encarnação do que é relativamente novo na história da reflexão sobre a pessoa de Cristo. Some see this form of thought about Christ as the most recent advance in Christology; others see it as a blind alley. Alguns vêem esta forma de pensamento sobre Cristo como o mais recente avanço na cristologia, outros vêem-no como um beco sem saída.

History História

Kenotic theology can be said to have begun as a serious form of reflection on Christology in the works of Gottfried Thomasius (1802 - 75), a German Lutheran theologian. Kenotic teologia pode-se dizer que começou como uma grave forma de reflexão sobre cristologia nas obras de Gottfried Thomasius (1802 - 75), um teólogo luterano alemão. In general kenotic theology was formulated in the light of three crucial concerns. Em geral kenotic teologia foi formulada à luz de três questões cruciais.

The primary concern was to find a way of understanding the person of Christ that allowed his full humanity to be adequately expressed. A principal preocupação foi encontrar uma forma de compreender a pessoa de Cristo que permitiu a sua plena humanidade, que deverá ser devidamente expresso. Biblical studies had given the church an intensified awareness that Christianity began in the earliest encounters with the man Jesus. Estudos Bíblicos tinha dado a uma igreja intensificou consciência de que o cristianismo começou mais cedo em encontros com o homem Jesus. Critical scholarship was "recapturing" him in the light of his environment. Críticas bolsa foi "recapturing" ele à luz do seu ambiente. It was becoming more sensitive to the limitations of that "prescientific" era and was seeing more clearly the Synoptic portrait of the human personality of the man Jesus. Tornava-se mais sensível às limitações de que "prescientific" era e foi ver mais claramente os sinópticos retrato da personalidade humana do homem Jesus. All this conspired to force upon theologians the need to affirm in new ways that Christ was truly man. Tudo isso conspirou vigor após a teólogos para afirmar a necessidade de novos caminhos que Cristo era verdadeiramente o homem. He grew, he hungered, he learned, he appropriated his culture, and he exhibited its limitations. Ele cresceu, ele hungered, ele aprendeu, ele apropriou sua cultura, e ele exibiu as suas limitações.

All this must be said about Christ himself, not merely about some abstract appendage called humanity "assumed" by God the Son. Tudo isto deve ser dito sobre o próprio Cristo, não apenas sobre alguns resumo apêndice chamado humanidade "assumido" o Filho de Deus.

A second, equally important concern was to affirm that God truly was in Christ. Um segundo, igualmente importante preocupação foi a de afirmar que Deus realmente estava em Cristo. The creeds are correct: very God, very man. Os credos são corretas: muito Deus, muito cara. The problem is how this can be said without turning Christ into an aberration. O problema é como isso pode ser dito sem Cristo transformando em uma aberração. If to be human is to learn, grow, etc., and to be God is to be omniscient, then how can we speak of one person? Se é para ser humano para aprender, crescer, etc, e de ser Deus é onisciente a ser, então como é que podemos falar de uma pessoa? Must he not have had "two heads"? Ele não deve ter tido "duas cabeças"?

The third concern stems in part from the first. A terceira preocupação resulta em parte da primeira. The age was learning to think in terms of the categories of psychology. A idade foi aprender a raciocinar em termos das categorias de psicologia. Consciousness was a central category. Consciência era uma categoria central. If at our "center" is our consciousness, and if Jesus was both omniscient God and limited man, then he had two centers and was thus fundamentally not one of us. Se no nosso "centro" é a nossa consciência, e se Jesus era Deus e onisciente tanto limitada homem, então ele tinha dois centros e não foi, assim, fundamentalmente um de nós. Christology was becoming inconceivable for some. Cristologia foi se tornando inconcebível para alguns.

The converging of these concerns led to kenotic theologies in a variety of forms. A convergência destas preocupações levou a kenotic Teologias em uma variedade de formas. All shared a need to affirm Jesus' real, limited humanity and limited consciousness along with the affirmation that he is very God and very man. Todos partilhavam a necessidade de afirmar o Jesus "real, limitada a humanidade e limitada consciência, juntamente com a afirmação de que ele é muito grande Deus e homem. The varying forms of the theory of divine self - limitation were the way this was attempted. As formas variáveis da teoria da auto divino - limitação foram a forma como este foi tentada.

All forms of classical orthodoxy either explicitly reject or reject in principle kenotic theology. Todas as formas clássicas de ortodoxia nem explicita, rejeitar ou rejeitar, em princípio kenotic teologia. This is because God must be affirmed to be changeless; any concept of the incarnation that would imply change would mean that God would cease to be God. Isto é porque Deus tem de ser afirmada a ser imutável; alguma noção da encarnação que implicaria mudança significaria que Deus deixaria de ser Deus.

Types Tipos

These concerns by no means force a uniformity of formulations; in fact, there are many different possibilities under the general category "kenotic theology." Estas preocupações, de maneira nenhuma, uma força uniformidade de formulações, na verdade, existem muitas possibilidades diferentes sob a categoria geral "kenotic teologia". There is a variety of possibilities for a Christology in terms of the idea of a preincarnate self - limitation by God the Son. Existe uma variedade de possibilidades para uma cristologia, em termos da idéia de uma auto preincarnate - limitação do Filho de Deus. There are two broad categories for understanding kenotic theories. Existem duas grandes categorias de entendimento kenotic teorias. One concerns the relation of the kenotic theory to traditional orthodox formulas. Uma delas diz respeito à relação da teoria com tradicionais kenotic ortodoxo fórmulas. A kenotic theory can have the function of being supportive modification of a traditional formula or it can be presented as an alternative. Uma teoria kenotic pode ter a função de ser solidário modificação de uma fórmula tradicional ou ele pode ser apresentado como uma alternativa. This is key difference between the otherwise quite similar presentations given by Anglican Charles Gore in his Bampton Lectures, The Incarnation of the Son of God (1891), and Congregationalist PT Forsyth in his Person and Place of Jesus Christ (1909). Essa é outra diferença fundamental entre o bastante semelhante apresentações dadas por anglicano Charles Gore no seu Bampton Palestras, A Encarnação do Filho de Deus (1891), e Congregationalist PT Forsyth, na sua Pessoa e Lugar de Jesus Cristo (1909).

Both writers clearly affirm a real commitment to an understanding of Christ as God and man, yet Gore's kenotic proposal functions to reinforce his consistent and articulate defense of Chalcedonian orthodoxy. Ambos os autores afirmam claramente um verdadeiro compromisso para uma compreensão de Cristo como Deus eo homem, ainda Gore's kenotic proposta funções de reforçar a sua articulação coerente e defense of Chalcedonian ortodoxia. Forsyth sees his theory as a biblical alternative to a static, Greek, outmoded formula found in the Chalcedonian Definition. Forsyth vê sua teoria como uma alternativa a um estático bíblicas, o grego, ultrapassada fórmula encontrada no Chalcedonian Definição. Both Gore and Forsyth are altogether clear on their vision of Jesus' humanity, his growth, and limitations as part of the meaning of his identity. Tanto Gore e Forsyth são totalmente claros sobre a sua visão de Jesus' humanidade, o seu crescimento, e as limitações, como parte do significado de sua identidade.

A second distinction within kenotic theories concerns the place of the concept within the larger understanding of God's being and relation to the world. Uma segunda distinção dentro kenotic teorias diz respeito à substituição do conceito dentro da maior compreensão do ser e do Deus da relação com o mundo. The work of AE Garvie in Studies in the Inner Life of Jesus (1907) shows the influence of a conservative form of Hegelian speculation on the nature of the Trinity. O trabalho do AE em Garvie Estudos no Inner Life of Jesus (1907) mostra a influência de uma forma conservadora de Hegelian especulações sobre a natureza da Santíssima Trindade. Here there is seen to be a movement or dialectic within God between fullness (Father) and self - limitation / expression (Son) that finds its historic expression in the incarnation kenotically understood. Aqui não existe para ser visto ou de um movimento dialético entre plenitude dentro de Deus (Pai) e de auto - limitação / expressão (Filho), que encontra a sua expressão histórica na encarnação kenotically entendido.

Thus kenotic theology is not intended to be an ad hoc device for making sense of the Christ event; rather the Christ event is the historic expression of the eternal dialectic within the Triune God. Assim kenotic teologia não pretende ser um dispositivo ad hoc para fazer sentido do evento Cristo, mas o evento Cristo é a expressão histórica da eterna dialéctica dentro dos três num só Deus. Others also see the relation of God as Creator to creation as a form of self - limitation, thus providing genuine human freedom and the broad context for the more specific instance of divine self - limitation in Jesus Christ. Outros também ver a relação de Deus como criador a criação como uma forma de auto - limitação, proporcionando assim uma verdadeira liberdade humana eo contexto mais vasto para o exemplo mais concreto da divina auto - limitação em Jesus Cristo. The contrast to these more speculative forms of kenotic theology would naturally be those forms which focus more specifically on the incarnation as the exclusive act of divine self - limitation for our salvation. O contraste com estas formas mais especulativa das kenotic teologia teria naturalmente, ser as formas que incidirá mais especificamente na encarnação como a exclusividade do acto divino auto - limitação para nossa salvação.

At least two broad areas of distinction can be made in understanding the potential range of kenotic theories. Pelo menos duas grandes áreas de distinção pode ser feita na compreensão dos potenciais kenotic gama de teorias. First is the crucial distinction on the relation of a proposed kenotic theology to the history of Christology. Primeiro é a distinção fundamental em relação à proposta de uma teologia kenotic à história da cristologia. Is the theory to be seen as an alternative to existing dogma (Forsyth, Mackintosh) or a reinforcing modification (Garvie, Weston)? É a teoria de ser visto como uma alternativa à actual dogma (Forsyth, Mackintosh) ou reforçar uma modificação (Garvie, Weston)? Secondly, is a kenotic theology to be seen in its uniqueness as the act of divine self - limitation (Forsyth), or is it to be seen as either the culminating historical instance of the Trinitarian dialectic (Garvie) and / or the kenotic relation of God to creation in general? Em segundo lugar, é uma teologia kenotic de ser visto em sua singularidade como o ato divino da autodeterminação - prescrição (Forsyth), ou trata-se de ser visto como quer o histórico culminando instância da dialética trinitária (Garvie) e / ou a relação de kenotic Deus a criação de um modo geral?

Criticism Críticas

Kenotic theology as formulated in Germany (1860 - 80) or in England (1890 - 1910) was clearly not without challenge. Kenotic teologia, tal como formulada na Alemanha (1860 - 80) ou na Inglaterra (1890 - 1910) não foi claramente sem contestação. Indeed, many believe that the criticisms evoked have proven fatal. Na realidade, muitos acreditam que as críticas têm-se revelado fatal evocados.

A persistent criticism has been that kenotic theology is not biblical. A crítica tem sido persistente que kenotic teologia não é bíblico. If one were to hold some sort of development theory about the emergence of NT Christology, as do R Bultmann, J Knox, RH Fuller, eg, then the most that could be said would be that kenotic theology could at best reflect one of the emerging models. Se um viesse a ter algum tipo de desenvolvimento, teoria sobre a emergência do NT cristologia, como o fazem os R Bultmann, J Knox, RH Fuller, por exemplo, então o que mais poderia acontecer seria que kenotic teologia na melhor das hipóteses, poderia refletir um dos países emergentes modelos. If one holds to the Christological unity of the NT, as do kenotic theorists in general, then the question is more pointed. Se um titular para o cristológico da unidade do NT, como fazer kenotic teóricos, em geral, então, a questão é mais pontiagudo. What advocates of kenotic theology would uniformly contend is that as an interpretative scheme their understanding allows one to see Jesus Christ as a real, growing, limited man without creating a sense that God is not somehow deeply involved in exactly this man. Qual dos defensores da Teologia kenotic modo uniforme alegam é que, como um esquema interpretativo seu entendimento permite um para ver Jesus Cristo como um real, crescente, limitada homem sem criar um senso de que Deus não está profundamente envolvido em alguma maneira exatamente esse homem.

It is not a question of the interpretation of Php. Não é uma questão de interpretação do Php. 2, but a question of how one sees God and man in Jesus Christ. 2, mas uma questão de como Deus e vê um homem em Jesus Cristo. Did Christ know or not know the time of the end (Mark 13:32)? Cristo fez saber ou não saber a hora do fim (Marcos 13:32)? Orthodoxy said he must know, he is the presence of the omniscient God; however, for some reason he has chosen not to reveal this knowledge. Ortodoxia disse que ele deve saber, ele é a presença do Deus onisciente, no entanto, por alguma razão ele optou por não revelar este conhecimento. Kenotic theorists insist that the text says what it says. Kenotic teóricos insistem que o texto diz o que diz. He limited himself to his human and real development; he was genuinely dependent on his Father; he did not know. Ele limitou-se ao seu desenvolvimento humano e real; ele era realmente dependente do seu Pai e ele não sabia. The problem of who is biblical cuts more than one way. O problema de saber quem é bíblico cortes mais do que uma maneira.

A second criticism clearly must focus on the fundamental credibility of the concept of a divine self - limitation. A segunda crítica deve concentrar-se nos claramente a credibilidade do conceito fundamental de uma auto divino - prescrição. We must be clear here. Theology has always countenanced a divine concealment for pedagogical purposes in Christ. Temos de ser claros aqui. Countenanced Teologia tem uma ocultação divina para fins pedagógicos em Cristo. He concealed his divine radiance and became tangible so as to meet us in our darkened, fallen world on our terms (Augustine). Ele ocultou o seu esplendor divino e tornou-se palpável, de modo a encontrar-nos no nosso escurecido, caído sobre o nosso mundo de condições (Agostinho). Kenotic theology goes a crucial step beyond this; in the incarnation, however conceived, there was a preincarnate act of limitation, whether it be a "laying aside" (Gore) or a "concentration" (Forsyth). Kenotic teologia vai um passo crucial para além desta, na encarnação, porém concebida, houve um ato de preincarnate limitação, seja ela um "aparte, que" (Gore) ou uma "concentração" (Forsyth). It is something like whether or not a missionary were to take his two - way radio (and thus his link to his support system) with him into the jungle. É algo como um missionário ou não estavam a tirar-lhe a dois - via rádio (e, portanto, o seu link para o seu sistema de apoio) com ele para a selva. How can Jesus Christ be God if we would simultaneously affirm that during the incarnate life he was not omniscient? Como pode ser Deus Jesus Cristo se nós, simultaneamente afirmam que, durante a vida encarnada, não teve onisciente?

Following the lead of Thomasius, some argued that there are two kinds of attributes, internal (love, joy) and external (omnipotence, omnipresence, etc.). Na sequência do chumbo de Thomasius, alguns argumentaram que existem dois tipos de atributos, interno (amor, alegria) e externos (onipotência, onipresença, etc.) The eternal Son "set aside" the external attributes and revealed the internal. O Filho eterno "anular" as características externas e internas a revelada. In him we see the love of Father - Son; in him we see God's "heart" made visible. Nele, vemos o amor do Pai - Filho, ele nos vemos de Deus "coração" tornou visível. AM Fairbairn carefully works this out in his pioneering work, The Place of Christ in Modern Theology (1895). AM Fairbairn cuidadosamente esta obra no seu trabalho pioneiro, o Lugar de Cristo em Teologia Moderna (1895).

Others of a more speculative bent (eg, Garvie) contend that self - limitation is in God in his "innertrinitarian" life. Outros de uma forma mais especulativa dobradas (por exemplo, Garvie) alegam que a auto - limitação está em Deus, em sua "innertrinitarian" vida. Thus what is revealed in Christ is not one act of self - limitation, but God the Son in his eternal self - limiting obedient relation to the Father. Assim, o que é revelado em Cristo não é um ato de auto - limitação, mas Deus o Filho eterno no seu próprio - limitando relação obediente ao Pai. The incarnation is thus seen to be the revelation of the eternal relation of Father to Son and the saving love that would include others. A encarnação é, assim, visto ser a revelação da eterna relação de pai para filho e do amor salvífico de que iria incluir outros.

The third response focuses on the importance of goal or intention for God. A terceira resposta focaliza a importância da meta ou intenção de Deus. If God can be said to have as his fundamental goal to bring lost children back to himself, then his omnipotence / omniscience is precisely that which achieves the goal. Se Deus pode-se dizer que, como seu objectivo fundamental para trazer de volta para as crianças perderam-se, em seguida, a sua onipotência / onisciência é precisamente isso que atinja a meta. The greatest act of omnipotence can then be seen as the Son's becoming "poor" that we may become rich in him. O maior ato de onipotência pode então ser visto como o Filho de se tornar "pobre" que nos pode tornar-se ricos em ele.

Omnipotence is reconsidered more in terms of the goal in view than as an abstract category. Onipotência é repensada em termos mais da meta em vista não como um resumo categoria. Forsyth worked with this idea at length; he called it the "moralizing of dogma", that is, the reshaping of our view of God from what he called static categories to dynamic ones reflecting God's saving purposes seen in Christ. Forsyth trabalhou com essa ideia em comprimento, ele chamou-lhe a "moralizar do dogma", ou seja, a reformulação da nossa visão de Deus que ele chamou de categorias estático para dinâmico que reflicta os efeitos do Deus da salvação em Cristo visto. Thus there were several ways those holding a kenotic theology would attempt to make the concept of self - limitation credible. Assim, havia várias maneiras aqueles que ocupam um kenotic teologia teria tentativa de tornar o conceito de auto - limitação credível. Further, the challenge was reversed. Além disso, o desafio foi revertida. How, it was asked, can one make sense of Jesus Christ as an omniscient being simultaneously living as a growing, learning, limited man without creating a "twoheaded" being? Como, pergunta-se, pode fazer um sentimento de Jesus Cristo como sendo simultaneamente um onisciente vida como um crescimento, a aprendizagem, sem criar um homem limitado "twoheaded" estar? Is the union of natures conceivable without a divine self - limitation? É a união da natureza divina concebível sem uma auto - prescrição? Is not some form of docetism the only alternative? Não é uma forma de docetism a única alternativa? Did Jesus only look human? Jesus fez apenas olhar humano?

The third criticism has focused on the supposed strength of kenotic theology, the consciousness of Jesus. A terceira crítica tem incidido sobre a suposta resistência do kenotic teologia, a consciência de Jesus. Perhaps, it would be conceded, the person of the Incarnate is more of a unity, but have we not created a new duality between the preincarnate Son and the historical Jesus? Talvez, seria admitir, o encarnado é a pessoa de mais de uma unidade, mas é que não criamos uma nova dualidade entre o preincarnate Filho e do histórico Jesus? Was there not an inconceivable loss (of knowledge) at Bethlehem? Não foi lá uma perda inimaginável (de conhecimento), em Belém? Further, if the Son simultaneously remained the transcendent Logos, is there not a radical, fatal discontinuity between the consciousness of the transcendent Logos and the earthly Jesus? Além disso, se o Filho se manteve simultaneamente o Logos transcendente, se não houver uma radical, fatal descontinuidade entre a consciência do Logos e transcendente o mundano Jesus? It can be argued that at this point kenotic theology is most strained. Pode-se argumentar que, neste ponto kenotic teologia é mais tensas. However, the strain is fundamentally a relocation of the same strain orthodoxy faces when it attempts to affirm very God - very man in terms of the consciousness of the earthly Jesus. No entanto, a tensão é fundamentalmente uma deslocalização da mesma estirpe ortodoxia rostos quando ele tenta afirmar muito Deus - muito cara em termos de consciência da terrena Jesus.

The problem cuts both ways. O problema nos dois sentidos. For kenotic theology the tension is in the cleavage between the preexistent and incarnate Son. Para kenotic teologia a tensão está na clivagem entre o preexistente eo Filho encarnado. For orthodoxy the tension is as great as it attempts to comprehend in some measure how Jesus can be both the presence of the omniscient God and a limited, growing man. Ortodoxia para a tensão é tão grande como se tenta compreender, em certa medida como Jesus pode ser tanto a presença do Deus onisciente e uma limitada, o homem crescer.

Summary Resumo

Kenotic theology is in reality a variant but new form of orthodox, biblical faith. Kenotic teologia é, na realidade, uma nova variante, mas de forma ortodoxa, fé bíblica. It has appeared in a variety of forms over the last century. Constatou-se em uma variedade de formas ao longo do último século. It has been vigorously debated, and interest in it remains. Tem-se debatido com vigor, e interesse por ela permanece. From one angle it can be seen as an attempt to give conceptual substance to the great hymn of Charles Wesley that speaks in awe that the Son would "empty himself of all but love" and die for a fallen humanity. A partir de um ângulo que pode ser visto como uma tentativa de dar substância conceitual para a grande hino que fala de Charles Wesley no temor de que o Filho seria "vazia, mas o amor próprio de todos" e morrer por um homem caído. From another angle kenotic theology reprsents an attempt to give central place to Jesus' limited yet sinless humanity while affirming that the ultimate significance of that humanity was and is that here on earth God the eternal Son has come, truly come, to redeem. A partir de outro ângulo kenotic teologia reprsents uma tentativa de dar lugar central para Jesus' ainda limitado sem pecado humanidade, afirmando que o derradeiro significado de que a humanidade foi e é aqui na terra que Deus o Filho eterno chegou, realmente vir, para resgatar.

SM Smith Smith SM
(Elwell Evangelical Dictionary) (Elwell Evangélica Dictionary)

Bibliography Bibliografia
C Welch, God and Incarnation in Mid Nineteenth Century German Theology; C Gore, Dissertations on Subjects Connected with the Incarnation; WI Walker, The Spirit and the Incarnation; F Weston, The One Christ; AB Bruce, The Humiliation of Christ; HEW Turner, Jesus the Christ; W Pannenberg, Jesus, God and Man. C Welch, e Deus Encarnação, em meados século XIX alemão Teologia; C Gore, Dissertações sobre temas ligados com a Encarnação; WI Walker, O Espírito e da Encarnação; F Weston, The One Cristo; AB Bruce, O da Humilhação Cristo; HEW Turner , A Jesus Cristo; W Pannenberg, Jesus, Deus e Homem.


Kenosis

Catholic Information Informação Católica

A term derived from the discussion as to the real meaning of Phil. É um termo derivado das discussões quanto ao real significado de Phil. 2:6 sqq.: "Who being in the form of God, thought it not robbery to be equal with God: But emptied [ekenosen] himself, taking the form of a servant, being made in the likeness of men, and in habit found as man." 2:6 sqq.: "Quem se sob a forma de Deus, pensei que não roubo de ser igual a Deus: Mas esvaziou [ekenosen] si mesmo, tomando a forma de servo, a ser feita na semelhança de homens, e de hábito encontrado como homem. "

Protestant opinions Protestante opiniões

The early Reformers, not satisfied with the teaching of Catholic theology on this point, professed to a deeper meaning in St. Paul's words, but Luther and a Melanchton failed in their speculations. Os primeiros reformadores, não satisfeitos com o ensino da teologia católica sobre este ponto, professavam a um significado mais profundo, em St. Paul's palavras, mas Lutero e um Melanchton falhou nas suas especulações. John Brenz (d. 10 September, 1570), of Tübingen, maintained that as the Word assumed Christ's human nature, so His human nature not only possessed the Divinity, but also had the power to make use of the Divinity, though it freely abstained from such a use. John Brenz (d. 10 setembro, 1570), de Tübingen, que manteve como a Palavra de Cristo assumiu a natureza humana, assim Sua natureza humana, não só possuía a Divindade, mas também tinha o poder de fazer uso da Divindade, mas absteve-lo livremente a partir de um tal uso. Chemnitz differed from this view. Chemnitz diferiram entre este ponto de vista. He denied that Jesus Christ possessed the Divinity in such a way as to have a right to its use. Ele negou que Jesus Cristo possuía a Divindade de forma a dispor de um direito à sua utilização. The kenosis, or the exinanition, of His Divine attributes was, therefore, a free act of Christ, according to Brenz; it was the connatural consequence of the Incarnation, according to Chemnitz. A kenosis, ou o exinanition, de Sua Divina atributos foi, portanto, um acto gratuito de Cristo, segundo a Brenz, foi o conatural consequência da Encarnação, de acordo com Chemnitz.

Among modern Protestants the following opinons have been the most prevalent: Entre os modernos protestantes as seguintes opinons foram as mais prevalentes:

Thomasius, Delitzcsh, and Kahnis regard the Incarnation as a self-emptying of the Divine manner of existence, as a self-limitation of the Word's omniscience, omnipresence, etc. Thomasius, Delitzcsh, e Kahnis que diz respeito a Encarnação como uma auto-esvaziamento do Divino forma de existência, como uma auto-limitação da Palavra da onisciência, onipresença, etc

Gess, Reuss, and Godet contend that the Incarnation implies a real depotentation of the Word; the Word became, rather than assumed, the human soul of Christ. Gess, Reuss, e alegam que o Godet implica uma verdadeira depotentation Encarnação do Verbo, o Verbo se tornou, ao invés de assumidos, a alma humana de Cristo.

Ebrard holds that the Divine properties in Christ appeared under the Kantian time-form appropriate to man; his kenosis consists in an exchange of the eternal for a time-form of existence. Ebrard que detém propriedades em Cristo, o Divino apareceu kantianas de tempo sob a forma adequada para homem, sua kenosis consiste em uma troca de um momento para o eterno em formas de existência.

Martensen and perhaps Hutton distingusih a double life of the Word: In the Man-Christ they see a kenosis and a real depotentiation of the Word; in the world the purely Divine Word carries the work of mediator and revealer. According to Godet, and probably also Gore, the Word in His kenosis strips Himself even of His immutable holiness, His infinite love, and His personal consciousness, so as to enter into a human development similar to ours. Martensen, e talvez Hutton distingusih uma vida dupla do Word: Em Homem-Cristo que ele vê uma kenosis e um reais depotentiation da Palavra; no mundo puramente a palavra divina exerce a actividade de mediador e revealer. De acordo com Godet, e provavelmente Gore também, a Sua Palavra, em tiras kenosis Si mesmo imutável de Sua santidade, o Seu infinito amor, e Sua consciência pessoal, de modo a entrar em um desenvolvimento humano semelhante ao nosso.

Catholic teaching Ensino católico

According to Catholic theology, the abasement of the Word consists in the assumption of humanity and the simultaneous occultation of the Divinity. Christ's abasement is seen first in His subjecting Himself to the laws of human birth and growth and to the lowliness of fallen human nature. De acordo com a teologia católica, a abarrotar do Word consiste na assunção da humanidade e da ocultação simultânea da Divindade. Abarrotar de Cristo é visto em Sua primeira sujeitando-se às leis do nascimento e do crescimento humano e para a baixeza da natureza humana caído. His likeness, in His abasement, to the fallen nature does not compromise the actual loss of justice and sanctity, but only the pains and penalties attached to the loss. These fall partly on the body, partly on the soul, and consist in liability to suffering from internal and external causes. Seu semblante, em Seus abarrotar, ao caído natureza não comprometa a perda real de justiça e santidade, mas apenas as dores e as penalidades associadas às perdas. Estes queda, em parte, no corpo, em parte sobre a alma, e consistirá na responsabilidade de que sofrem de causas internas e externas.

As to the body, Christ's dignity excludes some bodily pains and states. Quanto ao corpo, Cristo a dignidade da exclui algumas dores corporais e estados. God's all-preserving power inhabiting the body of Jesus did not allow any corruption; it also prevented disease or the beginning of corruption. Deus todo-preservação do poder habitando o corpo de Jesus não permitem qualquer corrupção, mas também impediu o início da doença ou a corrupção. Christ's holiness was not compatible with decomposition after death, which is the image of the destroying power of sin. A santidade de Cristo não era compatível com a decomposição depois da morte, que é a imagem do poder de destruir o pecado. In fact, Christ had the right to be free from all bodily pain, and His human will had the power to remove or suspend the action of the causes of pain. De fato, Cristo tinha o direito de ser livres de todas as dores corporais, e de Sua vontade humana tinha o poder de retirar ou suspender a ação das causas da dor. But He freely subjected Himself to most of the pains resulting from bodily exertion and adverse external influences, eg fatigue, hunger, wounds, etc. As these pains had their sufficient reason in the nature of Christ's body, they were natural to Him. Mas Ele livremente Si submetido à maior parte das dores corporais resultantes de esforços e influências externas adversas, por exemplo, cansaço, a fome, as feridas, etc Como estas dores tiveram sua razão suficiente na natureza do corpo de Cristo, eram naturais para ele.

Christ retained in Him also the weaknesses of the soul, the passions of His rational and sensitive appetites, but with the following restrictions: (a) Inordinate and sinful motions are incompatible with Christ's holiness. Ele também em Cristo reteve as fraquezas da alma, as paixões e os Seus racional e apetites sensíveis, mas com as seguintes restrições: (a) desordenado e pecadora propostas são incompatíveis com a santidade de Cristo. Only morally blameless passions and affections, eg fear, sadness, the share of the soul in the sufferings of the body, were compatible with His Divinity and His spiritual perfection. Apenas moralmente inocente paixões e afetos, por exemplo, medo, tristeza, a parte da alma no sofrimento do corpo, eram compatíveis com a sua divindade e Sua perfeição espiritual. (b) The origin, intensity, and duration of even these emotions were subject to Christ's free choice. (b) A origem, intensidade e duração do mesmo essas emoções estavam sujeitos à livre escolha do Cristo. Besides, He could prevent their disturbing the actions of His soul and His peace of mind. To complete His abasement, Christ was subject to His Mother and St. Joseph, to the laws of the State and the positive laws of God; He shared the hardships and privations of the poor and the lowly. Além disso, ele poderia evitar a perturbação dos seus ações de Sua alma e sua paz de espírito. Para completar Sua abarrotar, foi sujeita a Cristo e Sua Mãe St. Joseph, às leis do Estado e as leis positivas de Deus; Ele partilhou os dificuldades e privações dos pobres e humildes. (See COMMUNICATO IDIOMATUM.) (Veja COMMUNICATO IDIOMATUM.)

Publication information Written by AJ Maas. Publicação informações escritas por AJ Maas. Transcribed by Richard R. Pettys, Jr.. The Catholic Encyclopedia, Volume VIII. Transcritas por Richard R. Pettys, Jr.. A Enciclopédia Católica, Volume VIII. Published 1910. Publicado 1910. New York: Robert Appleton Company. New York: Robert Appleton Company. Nihil Obstat, October 1, 1910. Nihil obstat, 1 º de outubro de 1910. Remy Lafort, STD, Censor. Imprimatur. Remy Lafort, STD, Censor. Imprimatur. +John Cardinal Farley, Archbishop of New York + Cardeal John Farley, Arcebispo de Nova York

Bibliography Bibliografia

Lombard, lib. Lombard, lib. III, dist. III, dist. XV-XVI, and Bonav., Scot., Biel on these chapters; St. Thomas, III, Q XIV-XV, and Salm., Suar., IV, xi-xii; Scheeben, Dogmatick, III, 266-74; Bruce, Humiliations of Christ, 113 sqq.; Gobe, Bampton Lectures (1891), 147; Hanna in The New York Review, I, 303 sqq.; the commentators on Phil., ii, 6, sqq. XV-XVI, e Bonav., Scot., Biel sobre estes capítulos, e St. Thomas, III, Q XIV-XV, e Salm., Suar., IV, xi-xii; Scheeben, Dogmatick, III, 266-74; Bruce, humilhações de Cristo, 113 sqq.; Góbé, Bampton Palestras (1891), 147; Hanna no The New York Review, I, 303 sqq.; Os comentadores sobre Phil., Ii, 6, sqq.


This subject presentation in the original English language Este assunto apresentação do original em língua Inglês


Send an e-mail question or comment to us: E-mailEnviar e-mail uma pergunta ou comentário para nós: E-mail

The main BELIEVE web-page (and the index to subjects) is at O principal BELIEVE web-page (eo índice de assuntos) está em